Voluntários devem se inscrever pelo site da prefeitura, enquanto doações podem ser feitas por telefone e em três pontos da cidade.

Grupo para apoio psicológico também foi montado.

Prefeitura de Londrina abre programas para atender a população Prefeitura de Londrina/Divulgação A Prefeitura de Londrina, no norte do Paraná, anunciou a criação de um programa de voluntariado e também a abertura de uma campanha para doações durante o período de combate ao coronavírus.

Além disso, foi montado um grupo que dará apoio psicológico para as pessoas que necessitarem.

As medidas foram anunciadas pelo prefeito Marcelo Belinati (PP), durante uma coletiva transmitida pela rede social na tarde desta quarta-feira (25).

"Como estamos precisando da ajuda de todos, daqueles que puderem, estamos organizando a maneira que vamos fazer para unir os que estão dispostos a ajudar a cidade", disse Belinati.

Segundo o prefeito, os interessados em participar do programa de voluntariado devem preencher um formulário que ficará disponível no site da Prefeitura de Londrina.

"Estamos precisando principalmente de ajuda nas áreas de saúde e de assistência social", pontuou Belinati.

A campanha de doações receberá produtos considerados de necessidade primária, como alimentos, produtos de higiene pessoal e limpeza, além de outros materiais, como roupas e colchões. O atendimento à população para receber as doações será feito pelo telefone 0800-4000-140, das 9h às 17h, e também, inicialmente, em três pontos da cidade: Centro Cultural da Região Norte – Avenida Saul Elkind, 790 – Conjunto Aquiles Sthengel; Supercreche (Centro Municipal de Educação Infantil Valéria Veronesi) – Rua Benjamin Constant, 8 – Centro; Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora – Rua Dom Bosco, 55 – Jardim Dom Bosco; O grupo de apoio psicológico funcionará também pelo telefone 0800-4000-140, das 9h às 17h.

"Estaremos disponibilizando profissionais de psicologia que pegarão os dados da pessoa, e um psicólogo entrará em contato para orientar, explicar e dar apoio necessário", disse o prefeito.

Prefeitura de Londrina determina fechamento de indústrias e suspensão de obras Prefeito de Londrina manda fechar comércio e shoppings Casos suspeitos de Covid-19 serão atendidos em seis UBS e em pronto atendimento Medidas serão reavaliadas com o tempo O prefeito Marcelo Belinati disse ainda que os decretos continuam valendo na cidade, e que as medidas vão ser reavaliadas com o passar do tempo.

"Vamos avaliar com critério técnico, colocando em primeiro lugar a vida das pessoas.

Vamos buscar um caminho e uma solução para retomar", comentou. Desde segunda-feira (23), todos os estabelecimentos comerciais do município não estão autorizados a abrir as portas.

A prefeitura autorizou a abertura apenas de supermercados, mercados, farmácias, distribuidoras de água e gás e atividades essenciais para o funcionamento da cidade. Em novo decreto, divulgado na terça-feira (24), foi determinado o fechamento de indústrias que fabricam itens não essenciais e a suspensão de todas as obras públicas e privadas a partir de sábado (28).

Continuam autorizados a funcionar serviços que tenham relação com saúde, alimentação, segurança e telefonia.

Conforme regulamentação do Governo Federal, empresas de call center poderão funcionar, mas devem respeitar a distância mínima entre os funcionários e adotar práticas de higiene rigorosas. Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.