Decisão foi publicada pelo município nesta quinta-feira (28); mesas deverão garantir distância de dois metros entre os clientes, e devem ser limpas e desinfectadas antes e após cada uso.

Novo decreto altera normas de funcionamento de estabelecimentos de Maringá As praças de alimentação de shoppings de Maringá, no norte do Paraná, poderão voltar a ter consumo no local a partir de 1° de junho.

A decisão foi publicada pelo município nesta quinta-feira (28). O consumo nas praças de alimentação estava proibido desde 20 março, como uma das medidas decretadas pelo município para conter o avanço do novo coronavírus. CORONAVÍRUS NO PARANÁ: veja as principais notícias DÚVIDAS: perguntas e respostas sobre o assunto BEM AQUI: RPC tem plataforma onde você encontra os estabelecimentos e serviços que estejam atendendo Maringá tem seis mortes e 140 casos confirmados de Covid-19, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa).

Conforme boletim epidemiológico desta quinta-feira, 66 pacientes se recuperaram da doença no município. Segundo o novo decreto publicado, as mesas nas praças de alimentação deverão garantir uma distância de dois metros entre os clientes, e devem ser limpas e desinfectadas antes e após cada uso. Entrada de menores de 16 anos A entrada de menores de 16 anos nos shoppings de Maringá também foi liberada no novo decreto.

A exigência é que os jovens estejam acompanhados dos pais ou responsáveis.

O acesso de jovens dessa faixa etária estava proibido desde a autorização para a reabertura dos shoppings, em 8 de maio. Mesas na calçada e música ao vivo A prefeitura também liberou que bares e restaurantes coloquem mesas nas calçadas, utilizem telões e executem música ao vivo.

A restrição estava em vigor desde 19 de maio. Ainda de acordo com o decreto desta quinta-feira, é proibido que pessoas fiquem paradas em pé nas calçadas de bares e restaurantes.

Para as mesas internas dos estabelecimentos foi estabelecido um limite de seis pessoas por mesa. Initial plugin text Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.