Beneficiários podem fazer a retirada do voucher na Escola Antônio Lustosa, no Centro, das 9h às 19h.

Prefeitura informou que esta será a última data para a entrega do vale.

Voucher possui QR Code para evitar fraudes e pode ser usado em estabelecimentos credenciados Prefeitura de Guarapuava Pessoas que têm direito aos vales do programa "Comida Boa" devem retirar os cartões até esta sexta-feira (28), em Guarapuava, na região central do Paraná.

Segundo a prefeitura, menos da metade dos 18 mil vouchers disponíveis foram retirados até agora. Os vales concedem R$ 50 para compra de alimentos para pessoas de baixa renda de todo o estado.

As entregas começaram no dia 13 de maio, seguindo um cronograma.

A prefeitura informou que esta será a última data para a retirada do cartão.

Quem tem direito ao benefício, mas ainda não o retirou, pode ir até a Escola Antônio Lustosa, na rua Professora Leonidia, 550.

O atendimento será feito das 9h às 19h. Para ser atendido, é necessário apresentar CPF e RG, além de estar usando máscara. Famílias podem consultar se foram contempladas no site do Comida Boa, ou pelo o telefone 0800 200 4150. Em Guarapuava, 59 estabelecimentos aceitam o vale, segundo a prefeitura.

A relação das empresas pode ser acessada clicando aqui. Comida Boa O Comida Boa integra um pacote de medidas sociais anunciadas pelo Governo do Paraná devido à pandemia do novo coronavírus.

O auxílio terá duração de três meses, podendo ser prorrogado, e é destinado a famílias mais vulneráveis. Os beneficiários podem usar o cartão em estabelecimentos credenciados pela Secretaria da Agricultura e do Abastecimento.

Os vouchers possuem QR Code, para evitar falsificações. Quem pode receber? O programa limita a dois membros da mesma família o recebimento do vale e abre espaço para que a pessoa provedora de família monoparental, quando apenas um dos pais arca com as responsabilidades, possa requerer o recebimento de duas cotas do auxílio emergencial, independentemente do sexo, se cumprir os requisitos básicos do programa; É necessário ser maior de 18 anos; O beneficiário não pode ter emprego formal; Renda familiar mensal per capita não pode ser superior a meio salário mínimo ou deve ter renda familiar mensal total que não exceda três salários mínimos; Não pode ser titular de benefício previdenciário, seguro-desemprego ou programa de transferência de renda, ressalvados os beneficiários do programa Bolsa Família.