Segundo a prefeitura, medida tem o objetivo de prevenir a propagação do novo coronavírus; barreiras contam com profissionais e voluntários treinados para monitorar a Covid-19.

Barreiras sanitárias no combate ao Covid-19 A Prefeitura de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, ampliou nesta quinta-feira (28) o número de barreiras sanitárias para prevenir a propagação do novo coronavírus. As ações serão realizadas, a princípio, em 13 locais definidos.

Além de pontos estratégicos de diversos setores da cidade.

Veja abaixo a lista. CORONAVÍRUS NO PARANÁ: veja as principais notícias DÚVIDAS: perguntas e respostas sobre o assunto BEM AQUI: RPC tem plataforma onde você encontra os estabelecimentos e serviços que estejam atendendo Em alguns pontos, como nos atrativos turísticos, as barreiras ainda serão implantadas.

A previsão é de que o turismo de Foz do Iguaçu seja retomado no dia 10 de junho, segundo a prefeitura. Conforme o município, em cada barreira haverá de três a quatro pessoas treinadas pela Secretaria Municipal de Saúde para fazer as orientações sobre o coronavírus.

As equipes que atenderão a população serão compostas por profissionais de saúde, de segurança, voluntários, profissionais de órgãos conveniados, estudantes de cursos na área de saúde em estágios supervisionados e colaboradores empresas privadas. Segundo a Secretaria de Saúde de Foz do Iguaçu, quem apresentar febre será encaminhado para o Hospital Municipal PMFI/Divulgação Barreiras sanitárias Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu; Terminal Rodoviário Internacional de Passageiros; Ponte Internacional Tancredo Neves; Ponte Internacional da Amizade; BR-277; Porto Seco de Foz do Iguaçu; Centro de Visitantes do Parque Nacional do Iguaçu; Centro de Visitantes da Itaipu Binacional; Parque das Aves; Marco das Américas; Shopping Catuaí Palladium; Shopping Cataratas JL; Ceasa. De acordo com a prefeitura, as barreiras sanitárias também serão colocadas em vias que dão acesso aos meios de hospedagem, transportadoras, empresas de transporte rodoviário de passageiros e comércios que recebam mais de 100 pessoas por dia. O município informou ainda que outros locais podem ser definidos pelo grupo de trabalho de avaliação epidemiológica.

A expectativa é de que o número de barreiras chegue a 200 em Foz do Iguaçu. Barreiras sanitárias As pessoas que ingressarem ou transitarem por Foz do Iguaçu, segundo a prefeitura, serão monitoradas nas barreiras sanitárias com a aplicação de um questionário sobre sintomas da Covid-19. Caso a pessoa abordada seja identificada com sintoma respiratório, a equipe que estiver na barreira encaminhará o caso para a Central do Coronavírus. Em seguida, será realizado o agendamento para o teste da Covid-19 ou exame de sorologia para anticorpos. Segundo a prefeitura, a pessoa também será orientada sobre a importância de uma consulta médica e o isolamento social. Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.